Muitos pensam, erroneamente, que logística se refere apenas aos processos externos da empresa, onde uma mercadoria precisa chegar nos varejistas ou até mesmo na casa dos clientes. Porém, as atividades de logística interna são igualmente importantes!

Quer descobrir as atividades da logística interna e como otimizá-las? Então acompanhe!

AFINAL, O QUE É LOGÍSTICA INTERNA?

A logística interna, também chamada de Intralogística, consiste nas movimentações que acontecem dentro da empresa, seja no estoque, na expedição, em centros de distribuição e etc.

O objetivo é ter eficiência em toda a operação, com ganhos na produtividade e reduzir os custos logísticos. A logística interna vem ganhando atenção de empreendedores e diretores, pois é comprovado como a ineficiência interna compromete toda operação logística.

A Logística Interna faz parte da cadeia de valor conceituada por Michael Porter, no início da década de 80. O autor define os cinco processos principais da operação da empresa: logística interna, produção ou operação, logística externa, vendas e marketing e serviços.

QUAIS OS BENEFÍCIOS DA INTRALOGÍSTICA?

Os impactos positivos de uma boa logística interna são muitos. Por exemplo:

  • redução no tempo de separação de produtos (por conta de um bom endereçamento logístico);
  • aumento da eficiência em levar o produto para a expedição e entrega;
  • redução do risco de ruptura de estoque e quebra operacional;
  • redução do tempo de entrega de mercadorias;
  • aumento da satisfação de clientes;
  • e muitos outros!

QUAIS OS PROCESSOS QUE COMPÕEM A LOGÍSTICA INTERNA?

Dentro da intralogística há diversos processos que são vitais para a operação, mas quando mal executados se tornam verdadeiros gargalos de produtividade. Por exemplo:

  • recebimento;
  • conferência e Entrada no Estoque;
  • armazenagem (com Paletização, etiquetagem e etc.);
  • separação (Picking);
  • conferência;
  • embalagem (Packing);
  • expedição e Saída do Estoque.

Cada uma destas etapas pode ser otimizada de diversas formas. O que vai ditar essas mudanças é o modelo de negócios e porte da empresa.

Porém, há quatro fatores que podem ajudar qualquer operação. Veja mais a seguir:

COMO MELHORAR OS PROCESSOS DE INTRALOGÍSTICA NA SUA EMPRESA?

Há fatores que devem ser levados em conta no momento de traçar os processos da logística interna. Vamos conhecer estes quatro:

  1. endereçamento logístico e gestão de CDs;
  2. pessoal bem treinado;
  3. ergonomia;
  4. automação.

Agora, vamos nos aprofundar em cada um deles:

ENDEREÇAMENTO LOGÍSTICO E GESTÃO DE CDS

Já falamos bastante sobre técnicas de administração de estoque, mas não custa reforçar. Para que um estoque seja considerado bem gerido é preciso que a logística interna seja otimizada. Fazer uma boa gestão dos Centros de Distribuição, levando em conta endereçamento logístico é fundamental para garantir a agilidade da operação.

Um bom princípio a ser seguido é de Movimentação Mínima que prega que as mercadorias devem se movimentar o mínimo possível. Assim, evita o risco que elas se danifiquem e a operação ganha efetividade.

PESSOAL BEM TREINADO

Não adianta Centros de Distribuição e estoques bem planejados se as pessoas que estão na linha de frente não colaborarem. Por isso, ofereça treinamentos para novos funcionários e de reciclagem, além de explicar a importância de seguir os processos da logística interna.

ERGONOMIA

Para uma boa logística interna, é preciso levar em conta a ergonomia dos colaboradores. O princípio de movimentação mínima ajuda, mas é preciso mais.

Averigue se a equipe está usando corretamente os Equipamentos de Proteção Individual (ou EPI) e os Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC). Além disso, cheque desgastes nos equipamentos e realize trocas periodicamente.

AUTOMAÇÃO

Outro fator importantíssimo para otimizar a logística interna das empresas é a automatização. Um bom plano de automatização é muito importante para os princípios de movimentação mínima e com a ergonomia dos colaboradores.

Além da automatização no armazém com ferramentas que fazem o deslocamento das mercadorias no espaço, é importante também investir em automatização de processos da retaguarda da empresa.

Um bom sistema de gestão empresarial consegue trazer um ganho muito grande para a operação de uma empresa. Principalmente, quando seus módulos contam com gestão de estoque, WMS, endereçamento logístico e etc.

O Bluesoft ERP possui estas funcionalidades e outras que fazem a diferença na operação. Como por exemplo, gestão de compras e vendas, precificação, módulos fiscais e contábeis e muito mais.

CONCLUSÃO

Percebe como a logística interna é crucial para a qualidade da operação da sua empresa? Então é preciso revisar o quanto antes como esses processos estão sendo executados atualmente e buscar otimizá-los.

Possui alguma dúvida ou sugestão? Então comente no post!

Fonte: Bluesoft