Itens premium, como os cafés em cápsula, seguem com tendência de avanço na procura

O café é uma verdadeira paixão nacional. No ano passado, cada brasileiro consumiu, em média, 817 xícaras, número seis meses maior do que a média global. Os dados são de um levantamento da consultoria Euromonitor International, provedora de pesquisas de mercado.

O Brasil respondeu por 15% das 7,2 milhões de toneladas consumidas em todo o mundo em 2017. Desde 2014, quando superamos os EUA, somos o país que mais bebe café em todo o mundo.

Bebida não-alcoólica mais consumida por aqui, o café respondeu por 28% do total desse segmento no Brasil em 2017. Mas, apesar, da ampla presença na vida dos brasileiros, ainda há espaço para a categoria crescer: a Euromonitor prevê que, em 2022, a representatividade do café na cesta de bebidas não-alcoólicas chegue a 30%.

Para Angélica Salado, analista sênior de pesquisa da Euromonitor International, o mercado de cafés continua sendo uma forte tendência e ainda há bastante abertura para experimentação, sobretudo, de itens premium, como os cafés em cápsula.

Fonte: Supermercado Moderno