Alta foi de 3% em abril, a maior desde o final de 2015

A quantidade de consumidores que conseguiram recuperar o crédito subiu 3% no mês de abril, na maior alta desde outubro de 2015. “Apesar do aumento de pessoas que pagaram dívidas atrasadas, o volume de contas em aberto ainda é grande.

Mas na medida em que a melhora da economia passe a resultar em queda do desemprego e no aumento da renda da população, o consumidor deve voltar a obter crédito”, pondera Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil, responsável por mensurar o Indicador de Recuperação de Crédito.

Os dados sobre regularização das dívidas são obtidos a partir das exclusões de registros de inadimplência mediante pagamento integral da dívida ou renegociação do débito. O Sudeste foi a região com maior variação positiva no número de devedores com recuperação de crédito no acumulado de 12 meses, com aumento de 33%.

Em segundo lugar aparece o Nordeste, região onde subiu em 26% o número de consumidores que colocaram em dia suas pendências financeiras.

Fonte: Supermercado Moderno