Em janeiro deste ano, o avanço real do faturamento do setor foi de 2,7%.

O setor de supermercados deve ver seu faturamento crescer 3% em 2018. A estimativa é da Abras (Associação Brasileira de Supermercados). O presidente da associação, João Sanzovo Neto, afirmou que a área está otimista com os resultados obtidos até o momento no ano.

“O setor depende de renda e dinheiro no bolso do consumidor”, disse. “Tivemos uma deflação muito forte no setor, isso impacta nos números financeiros das vendas mas, em volume, está crescendo”, afirmou.

Sem citar números de faturamento específicos, Sanzono Neto informou que, em janeiro, o avanço real do faturamento do setor foi de 2,7%. E em fevereiro, disse o executivo, o resultado ficou em linha com o mês anterior – mas os dados dos dois primeiros meses do ano ainda não estão fechados.

Sanzovo Neto participou de entrevista coletiva obre o desempenho do setor supermercadista no ano passado, realizada nesta segunda-feira pela associação, que promove esta semana feira do setor no Rio de Janeiro.

Também presente na coletiva estava o presidente da Associação dos Supermercados do Rio de Janeiro (Asserj), Fábio Queiroz, lembrou que o cenário nacional da economia em 2018 está “muito melhor” do que o do ano passado, inclusive no Rio de Janeiro. “Já achamos o fundo do poço e agora o Rio tende a crescer, há claros sinais disso”, afirmou, reconhecendo, no entanto, que a atividade no Estado, este ano, não deve crescer no mesmo ritmo que o projetado para o PIB nacional.

Hoje, o boletim Focus, do Banco Central estimou um aumento de de 2,87% para o PIB brasileiro em 2018. No ano passado, a economiado país cresceu 1%, segundo dados do IBGE.

Fonte: Valor Online