A partir de 5 de novembro, eles serão obrigados a distribuir gratuitamente somente as sacolinhas com o logotipo da empresa

Após reunião com o Secretário de Justiça da cidade de São Paulo, Anderson Pomini, o Procurador Geral do Município, Ricardo Ferrari, e com o Diretor do Procon paulistano, Adriano Rosetti, foi assinado um termo de acordo que atende os interesses dos varejistas e da população.

O Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta – assinado na APAS (Associação Paulista de Supermercados) – diz que os supermercados associados que tiverem estoque de sacolas bioplásticas terão o prazo de 15 dias para se adaptar à norma e somente serão obrigados a distribui-las gratuitamente com o logotipo a partir do dia 05 de novembro de 2017.

Durante este período de 15 dias, fica como opção do supermercado distribuir, gratuitamente, até 3 sacolas com logotipo por cliente. O termo começa a valer a partir de hoje (20/10/2017). Já as sacolas plásticas que não contenham os logotipos das empresas poderão ser comercializadas normalmente.

“Ficamos satisfeitos com o acordo, uma vez que atendeu ao pedido dos supermercadistas, que foram pegos de surpresa e precisavam de um tempo para acabar com estoque e fazer novos pedidos de sacolinhas sem logomarca. A decisão do Procon Paulista foi favorável também à população, pois entendemos que, desse jeito, não vamos perder a cultura de sustentabilidade que foi criada desde que começamos a cobrar pelas sacolinhas”, explicou o vice-presidente e diretor jurídico da APAS, Roberto Longo.

Fonte: Supermercado Moderno