As vendas do comércio da cidade de São Paulo cresceram 3% em agosto, na comparação com o mesmo período do ano passado, informou na sexta-feira a Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Para os próximos meses a tendência é que o avanço continue.

“Temos três datas comerciais fortes até o fim do ano – Dia das Crianças, Black Friday e Natal -, o que sugere continuidade do crescimento. Mas não podemos descartar as intempéries políticas, que podem prejudicar esse processo de retomada”, afirma o presidente da entidade, Alencar Burti, que também é presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

Sobre o resultado do varejo paulistano em agosto, o executivo afirma que o crescimento foi impulsionado pela melhora do quadro macroeconômico, que fortaleceu o Dia dos Pais deste ano. O avanço de 3%, no entanto, não cobre as perdas de 5,3% vistas em agosto do ano passado, frente 2015. Mesmo assim, o resultado reforça, na visão de Burti, a tendência de recuperação da economia.

“Essa é quarta alta consecutiva do varejo paulistano em 2017, o que revela que a recuperação econômica está se consolidando mês a mês.”

Apesar do avanço em agosto, as vendas do comércio de São Paulo no acumulado dos oito primeiros meses do ano seguem em retração. O recuo, contudo, caiu de -1,9% até julho para -1,2% no acumulado do ano finalizado em agosto.

Fonte: ABRAS