Cerca de 53,5% dos empresários afirmou estar com os estoques adequados, aponta pesquisa da FecomercioSP

Em agosto, o IE (Índice de Estoques) do comércio varejista na região metropolitana de São Paulo registrou ligeira alta (1,2%), passando de 105,8 para 107,1 pontos. Em relação ao mesmo mês de 2016, quando o índice atingia 101,6 pontos, houve um aumento de 5,4%. Assim, a proporção de empresários com estoques adequados alcançou 53,5%, mantendo-se acima dos 50% pelo quarto mês consecutivo, mas ainda abaixo dos 60% a 65% vistos em momentos de boas vendas.

Os dados são do IE da FecomercioSP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo) que capta a percepção dos comerciantes sobre o volume de mercadorias estocadas nas lojas, e varia de zero (inadequação total) a 200 pontos (adequação total). A marca dos cem pontos é o limite entre inadequação e adequação.

A parcela de empresários que afirma estar com estoques acima do adequado apresentou pouca variação, de -0,3 ponto porcentual (p.p), na comparação com julho, atingindo 32,4%. Já os que disseram estar com o nível de mercadorias abaixo do ideal ficou estável, em 13,9%. Entre abril e maio, houve uma aceleração do ajuste de estoques que culminou em quedas, e em junho, julho e agosto houve praticamente uma estabilização.

Fonte: Supermercado Moderno