Estudos da Kantar Worldpanel apontam que o uso de descontos pelas varejistas têm efeito negativo

O uso de descontos pelas varejistas brasileiras costuma ter um efeito negativo a longo prazo, segundo dados da consultoria Kantar Worldpanel. Durante uma promoção, há uma alta de até 32%, por exemplo, nas vendas de iogurte (uma categoria de produto considerada madura pelo mercado, cujo consumo não sofre grandes oscilações), de acordo com a consultoria.

Quando o período promocional se encerra, no entanto, o volume comercializado retrai para 80% do patamar inicial, afirma Tiago Oliveira, da Kantar Worldpanel.
“Se (o desconto) for aplicado a uma categoria de frequência semanal ou quinzenal, as pessoas basicamente só antecipam as compras. Elas não aumentam o (nível de) consumo”, afirma.

“O grande objetivo das promoções no Brasil tem sido trazer resultados a curto prazo. No exterior, há muitos casos em que essa ação ajuda a construir lealdade à loja ou à marca, mas por aqui há apenas um impacto pontual.”

Fonte: Supermercado Moderno