Conheça as iniciativas da rede para fidelizar crianças e renovar o público de suas lojas

Formar clientes ainda jovens é importante para o futuro do supermercado. A rede italiana Eataly, com 29 lojas pelo mundo (sendo uma no Brasil), apostou nessa estratégia. A empresa foca ações educativas, sensoriais e culturais, voltadas a esse público.

Localizada na capital paulista, a filial brasileira recebe escolas para uma visita. Nele, os alunos aprendem sobre gastronomia e cultura italiana – sempre de maneira divertida e alinhada à proposta pedagógica da instituição de ensino. Seções como a padaria, peixaria e FLV estão no roteiro. Entre os temas apresentados, constam importância da alimentação saudável e características, origem e sazonalidade dos alimentos.

As crianças também participam de degustações. Conhecem métodos de produção e aprendem até palavras em italiano. Os grupos costumam ser formados por até 17 alunos e a visita dura cerca de 1h15. A iniciativa tem parceria da Jardins da Infância, rede de colaboradores que gera conteúdo lúdico, cultural e educacional para pais e filhos.

Já em Nova Iorque e em Florença as visitas – que recebem o nome de Passaporto di Eataly (Passaporte do Eataly) – são destinadas a filhos de clientes. O tour é pago e as crianças ganham um passaporte, carimbado durante a visita. Outra iniciativa – cuja participação também é cobrada do participante – o público infantil participa de oficinas de culinária, em que são ensinadas receitas multicoloridas.

Com ações desse tipo, o Eataly começa a desenvolver desde cedo um relacionamento com as crianças, que tende a se estreitar na vida adulta. É um investimento para o futuro, que deve ser avaliado pelos supermercadistas como uma estratégia de longo prazo.

Fonte: Supermercado Moderno